Guia prático de atividades para se reconectar com a natureza


Vivemos numa sociedade cada vez mais desconectada do meio ambiente e os males do mundo moderno como depressão e obesidade estão aí para confirmar as consequências desastrosas desse estilo de vida tão materialista e nocivo para a saúde.

Mas você sabia que muitos destes males podem ser evitados através do contato com a natureza?

Se deseja saber mais sobre isso, vem comigo desvendar este guia prático com muita informação, dicas e atividades para se reconectar com a natureza e ter mais saúde.

Por que o contato com a natureza é importante?

Há uma série de estudos que relacionam saúde e bem-estar ao contato direto com a natureza.

Como esta pesquisa da universidade de Harvard que identificou uma redução de 12% na taxa de mortalidade entre pessoas que vivem em áreas mais verdes. Foi constatada a redução de riscos em 41% relacionados a doenças renais, 34% de doenças respiratórias e 13% nos casos de câncer.

Outro estudo interessante aponta que a presença de plantas em quartos de hospital auxilia na recuperação de cirurgias. Pacientes hospedados em quartos com plantas apresentaram níveis de pressão sanguínea mais baixos, menos dor, ansiedade e fadiga.

Num artigo anterior falamos sobre o Transtorno do Déficit de Natureza e pesquisas publicadas por Richard Louv indicando os prejuízos no desenvolvimento cognitivo e saúde das crianças ao viverem cada vez mais afastadas da natureza. Saiba mais no link abaixo.

[Relacionado] Saiba tudo sobre Transtorno de Déficit de Natureza abordado no Aprendiz da Band

Todas essas pesquisas levam a concluir que o estilo de vida nas grandes cidades ameaça a saúde física e mental de adultos e crianças, alertando para a necessidade de dar um passo atrás e buscar mais simplicidade e conexão com o meio ambiente.

Benefícios do contato com a natureza

As pesquisas na área indicam uma série de benefícios do contato com a natureza. Espia só:

1. Reduz níveis de estresse;
2. Previne doenças respiratórias, renais e câncer;
3. Reduz pressão arterial;
4. Auxilia nos processos de cura;
5. Estimula a memória;
6. Melhora capacidade de atenção;
7. Melhora o humor;
8. Estimula criatividade, curiosidade e socialização entre crianças;
9. Estimula produção de vitamina D (através da exposição ao sol).

Guia de Atividades para Reconectar com a Natureza

Agora que você já sabe mais sobre as pesquisas e benefícios de viver em contato com a natureza, vamos explorar algumas ideias práticas de como é possível se reconectar com a natureza no dia a dia.

01. Cultive Plantas em Vasos

Nem sempre é possível ir até a natureza, mas é possível trazer essa experiência para dentro de casa cultivando plantas, ervas aromáticas e flores em pequenos vasos. Existe uma variedade de espécies, mesmo para os mais descuidados, que esquecem de regar suas plantas diariamente.

02. Caminhe por Ruas Arborizadas

Escolha uma região arborizada da sua cidade e saia de casa para dar um passeio em meio ao verde. Além da exposição moderada ao sol estimular a produção de vitamina D, essencial para nossa saúde, caminhar observando a natureza é uma atividade relaxante que reduz estresse e ansiedade.

03. Visite Parques e Praças

Atividades ao ar livre em parques e praças é outra maneira simples de conviver com a natureza e aboserver todos os benefícios de estar integrado com o meio ambiente. Além de muita diversão, essa prática também estimula a socialização e você pode conhecer pessoas interessantes neste processo.

04. Abrace uma Árvore

Muitas pessoas acham loucura abraçar uma árvore, mas estudos indicam que o contato direto com essas espécies proporciona uma troca de energia capaz de combater doenças mentais e distúrbios psicológicos. Liberte o hippie que existe em você e experimente!

05. Cultive uma Horta Orgânica

Ter uma horta orgânica em casa, além de proporcionar contato direto com a natureza, também pode ser um grande aliado na busca de uma alimentação mais saudável e livre de agrotóxicos. O contato com a terra tem efeito terapêutico e depois de saborear o prazer de produzir a própria comida, você não será mais a mesma pessoa.

[Relacionado] Curso Plantando Saúde • Aprenda a cultivar orgânicos, plantas medicinais e PANC

06. Pise Descalço na Grama

Assim como mexer na terra tem efeito terapêutico, o mesmo acontece ao pisar descalço no gramado, assim como em rochas naturais ou terra. O efeito é relaxante e poderoso para transmutar energias negativas, depois de alguns minutos você já sente a diferença.

07. Salve um Inseto

Você não leu errado! É muito comum encontrarmos pequenos insetos dentro de nossas residências.  Não vou entrar no mérito de insetos como baratas e aranhas, que são associados a perigo e sujeira, mas qual a sua atitude ao encontrar um besouro, mariposa ou joaninha dentro de casa? Estes animais são seres inofensivos e importantes para o ecossistema. Ao invés de matá-los, que tal abrir a janela e guiá-lo para fora, ou devolvê-los para o jardim mais próximo?

08. Tome um Banho de Rio, Mar ou Açude

Fontes de águas naturais são tão revigorantes quanto o contato com as plantas. Mesmo que você more na cidade, vale a pena planejar uma viagem ou passeio até a praia ou reservas com rios e cachoeiras para absorver a energia das águas e restaurar o equilíbrio interior.

09. Faça Piqueniques ao Ar Livre

Piquenique é uma atividade divertida para fugir da rotina e passar algum tempo com a natureza. Simples de organizar, com um lençol velho e um pote de sanduiches você já está pronto para curtir momentos deliciosos. Lembre-se de levar sacos para descartar o lixo e manter o local limpo.

10. Observe a Lua e as Estrelas

Experimente sentar num jardim para contemplar as estrelas numa noite de céu limpo. Observar a lua e as estrelas está muito além de ser uma atividade romântica para casais. Pode ser uma ótima oportunidade para praticar fotografia noturna ou observar astros com binóculos ou telescópio. Mesmo sem equipamento nenhum, é uma forma simples de praticar atenção plena.

11. Pratique Esportes ao Ar Livre

Pedalar e jogar bola são apenas algumas das opções de esportes para praticar ao ar livre. Reúna os amigos e saia para um passeio de bicicleta, jogar futebol ou vôlei em praças e até mesmo aproveitar academias ao ar livre, disponível em parques de diversas cidades.

12. Adote uma Praça ou Jardim

Aqui em Porto Alegre é comum condomínios e empresas adotarem praças ou jardins para manter o local bem cuidado. Mas também é possível tomar essa atitude de forma individual e voluntária. Comece observando a sua região: tem algum espaço em seu condomínio ou alguma praça que precise de cuidados? Como você poderia ajudar?

13. Viaje para Destinos Ecológicos

No Brasil existem muitas regiões com turismo ecológico que proporcionam trilhas, esportes radicais e visita a reservas. Destino perfeito não apenas para aventureiros, mas para quem deseja conhecer paisagens belíssimas e lugares com energias singulares.

14. Conheça Reservas Ambientais

Existe uma série de parques naturais e reservas ecológicas abertos a visitação, muitos dispõe de visitas guiadas com verdadeiras aulas de história para alimentar corpo, mente e espírito. Conhecer reservas ambientais também é uma forma de compreender os impactos da ação humana no meio ambiente e tornar-se mais consciente.

Cascata do Garapiá (RS) - Foto: Renato Grimm

15. Tome um Banho de Sol

A exposição moderada ao sol produz vitamina D, responsável pela imunidade e prevenção de doenças respiratórias, infecções e osteoporose. Mas é sempre bom cuidar o tempo de exposição. A recomendação é 15 minutos por dia para peles mais claras. Já para pele morena ou negra a exposição diária deve ser de 45 minutos a 1 hora.

16. Explore Montanhas e Cânions

Certa vez um médico acupunturista me contou que foram medidas as regiões com maior concentração de energia no planeta. Essas regiões seriam locais com quedas d'água, picos de montanhas e cânions. Por isso que tomar banho de cachoeira ou escalar uma montanha são experiências tão significantes para quem experimenta. Considere incluir uma dessas regiões em seu roteiro de férias ou feriado.

17. Faça um Passeio a Cavalo

Uma experiência de liberdade e conexão com a natureza. Muitas regiões do interior e hotéis fazenda oferecem passeios a cavalo com toda segurança. Se estiver com viagem marcada para o Rio Grande do Sul, até mesmo na grande Porto Alegre é possível encontrar cabanhas com animais belíssimos e bem treinados. Os cavalos são animais incríveis, amorosos e capazes de reconhecer o próprio dono a longa distância. Lugares sérios tratam seus cavalos com muito carinho e portanto não precisa ter medo ou receio, eles permitem ser cavalgados.

18. Plante uma Árvore

Um ditado antigo diz que a vida só está completa depois que você tem um filho, escreve um livro e planta uma árvore. Isso se refere aos grandes legados que podemos deixar para a humanidade. Mesmo que você não tenha interesse em reproduzir ou escrever, que tal contribuir para reflorestamento do mundo plantando uma árvore?

Além de produzir oxigênio, as árvores absorvem grande parte dos gases poluentes e água da chuva, reduzindo os índices de poluição e contaminação das águas. As árvores também regulam a temperatura ambiente, servindo como ar condicionado natural.

19. Engaje-se em Projetos de Preservação

Vivemos numa sociedade doente e carente de atitudes positivas em prol do planeta. Você já pensou no mundo que entregará nas mãos das futuras gerações? Nunca foi tão importante despertarmos a consciência para atuar na regeneração de nossas florestas e oceanos. Engaje-se em alguma causa, separe e descarte corretamente o lixo, evite o desperdício de comida. Essas atitudes também são formas de se reconectar e respeitar a natureza.

20. Adote um Animal de Estimação

Pare agora mesmo de comprar animais! Quem trabalha com resgate de cães e gatos sabe a quantidade de animais que são abandonados diariamente. A grande maioria não encontra um lar definitivo, superlotando ONGs e casas de voluntários que são responsáveis o suficiente para não devolver esses animais às ruas.

Adotar é uma experiência única e recompensadora. A gratidão deles fica muito nítida no olhar, pelagem e comportamento desses bichos que tendem a ser extremamente amorosos e carinhosos com seus tutores. Essa foto abaixo é a Lola, cadela adotada por uma prima este ano. Repare na diferença do antes e depois.

Comentários