Como saber se alguém apresenta sintomas de depressão?


Hoje o assunto é sério e vou compartilhar com vocês um pouquinho da minha experiência também. Depressão caminha lado a lado com a ansiedade e pasmem, estudos recentes apontam que o Brasil é o país mais depressivo da América Latina.

Tive minha primeira crise depressiva aos 14 anos, que iniciou com um quadro de baixa autoestima e uma série de transtornos alimentares. Depois de passar 8 anos em tratamento psicológico e atingir a idade adulta, acreditava ter me libertado da depressão, que de vez em quando ainda aparecia em episódios espaçados e isolados, mas facilmente contornáveis. Tudo isso caiu por terra quando meu pai faleceu, no início de 2016.

O ano seguinte foi um verdadeiro caos: perdi o emprego, perdi a motivação, não tinha vontade de sair de casa, não tinha vontade de limpar a casa, sentia que podia dormir o dia inteiro e as únicas coisas que realmente tinha vontade de fazer era comer, beber e jogar.

Sabem qual foi o pior de tudo? Eu sequer cogitava estar depressiva, mesmo com todo histórico e experiências anteriores. Foi então que pela metade de 2017, após engordar mais de 10kg e virar minha vida de cabeça para baixo, acabei reencontrando no Youtube um filme que mudou tudo: As 7 leis espirituais do sucesso, baseado no livro do Depak Chopra (agora tem no Netflix também!).

Assistir ao filme foi como sair de um estado de transe profundo e naquele momento eu percebi o quanto estava vivendo perdida no piloto automático. Foi a partir disso que passei a encarar mais seriamente o meu processo de luto e buscar ajuda emocional e espiritual.

O que nasceu disso foi uma completa transformação de vida e que sigo na escalada, degrau por degrau, mas com uma consciência muito maior do presente e da importância de estar presente.

É interessante que, quando conseguimos sair do fundo do poço, tudo parece ficar mais claro e óbvio, passamos a enxergar todas as coisas que estávamos fazendo errado. Pensando nisso que montei essa lista, para ajudar amigos, familiares e outras pessoas a identificar esse estado de tristeza profunda:

  1. Perda da autoestima e autoconfiança
  2. Distúrbios de sono (insonia ou hipersonia)
  3. Transtornos alimentares (excesso ou falta de apetite)
  4. Isolamento Social (não ter vontade de falar, ver e conviver com outras pessoas)
  5. Excesso de Tecnologia (passar o dia em joguinhos, tv ou redes sociais)
  6. Cansaço e Indisposição (mesmo pra arrumar a cama ou até pra tomar banho)
  7. Irritabilidade e ansiedade constantes (às vezes com taquicardia e tremores)
  8. Pensamentos derrotistas e desejo de morrer (ideias suicidas)
  9. Comportamento Robotizado (vive no piloto automático e parece sempre distante, sem interesse pela vida e pessoas ao redor)
  10. Entrega aos vícios (alcoolismo, drogas, alimentação, compras compulsivas,...)
Vale lembrar que depressão é diferente de momentos de tristeza. É perfeitamente natural você ter um dia ruim, passar alguns dias desmotivado, ou sentir desejo de um lanche bem gorduroso depois de um dia muito estressante. O importante é estar alerta para a frequência e somatório desse sintomas.

A depressão é uma doença silenciosa, pois normalmente pessoas depressivas tendem a se isolar do mundo e se fechar em seu próprio casulo. Elas não acham que são boas o suficiente e tendem a se culpar pelos próprios erros, buscando conforto nas fugas da realidade. Por isso também é comum pessoas deprimidas criarem um alter ego ou um personagem virtual, onde depositam tudo que gostariam de ser.

Leia também: Por favor não morra, aguente um pouquinho mais

Para finalizar, deixo pra vocês a versão dublada do filme As 7 Leis Espirituais do Sucesso. Tentem relevar a cafonice dos efeitos especiais, pois o que vale mesmo é o conteúdo (fica a dica):


Como uma onda é um movimento de todo
o oceano, você é a energia do cosmos.
Não subestime o seu poder.
(Depak Chopra)


Curso 100% online com 21 videoaulas, práticas, meditações e reflexões para levantar seu astral. Clique e confira