O que faz do Natal uma época verdadeiramente mágica?


Muitas histórias e lendas circundam o período de Natal, mas a minha preferida ainda é da magia que acende ao redor do mundo nessa época do ano.

Preciso confessar que passei muitos anos revoltada com o Natal, depois que descobri as origens de toda essa festa. Pra começar que diversos estudos apontam que o nascimento de Jesus não teve nada a ver com essa época. O que definiu 25 de dezembro foram as festas pagãs, que celebravam o solstício de inverno, mas como na época a igreja estava começando e precisava arrebatar fiéis, eles se apropriaram de várias simbologias (como árvore enfeitada com bolas, pinhas e azevinhos) para despertar interesse dos pagãos.

Tudo isso seria mais aceitável se não fosse o fato que a igreja usou tudo isso, pra depois tratar de queimar os pagãos que sobraram na fogueira... Enfim, o intuito desse post é fazer as pazes e não disseminar a discórdia, mas fica aqui o meu protesto sincero!

Apesar da origem desastrosa e do comércio excessivo fomentado nessa época, no final das contas o Natal acabou se transformando num período verdadeiramente mágico (e tudo isso não por conta das luzes e presentes, que foi só o lado do marketing pra vender mais). Os verdadeiros motivos vou explicar na sequência...

Amar ao próximo, a grande lição de Jesus

Eu não sou católica, tampouco me defino dentro de alguma religião, mas Jesus está muito acima do mito. Além de ser uma figura que deixou um vulto histórico, com diversos sinais que provam sua existência, o mais importante legado que ele deixou foi a mensagem de amor e desapego.

Se você ler diferentes documentos históricos, entre muitos testamentos e livros de diferentes religiões, toda lição cristã tem um ponto central: amar ao próximo.

Termos a oportunidade de relembrar essa mensagem, com a força e significado que ela ressurge no Natal, já vale todo o esforço. Quando consegui lembrar disso, ficou bem mais fácil perdoar o resto da história.

União Familiar e Confraternização

Não importa que você precise aguentar o tio inconveniente ou o primo engraçadinho, pois o fato é que isso faz parte de ter uma família. Família essa que tem papel essencial na formação da vida de cada um e que, mesmo com todos os defeitos, é quem seguirá ao seu lado depois que o resto do mundo te virar as costas. Valorize a família que tem, mas se não tem, busque a sua família do coração, pois nossa morada nem sempre está nos laços de sangue.

É também por conta do Natal que tantos grupos decidem se reencontrar no final do ano, daí é todo aquele exagero de amigos secretos que você sequer conhece. Independente do lado cômico da situação, é sempre bom ter oportunidade pra ficar mais perto de quem a gente gosta.

Mobilização para Ações Sociais

É também na época do Natal em que mais empresas e pessoas se mobilizam por uma boa causa. Dessa forma, é muito comum vermos ações solidárias, com arracadação de brinquedos, alimentos e festas especiais para comunidades carentes.

Na minha opinião, essa é a causa mais significativa e mágica do Natal, porque é preciso muita luz e energia positiva para tirar o ser humano do seu próprio ego e fazê-lo enxergar que o mundo vai muito além do próprio umbigo.

Corrente do Bem Universal

A grande magia natalina não está na festa em si, mas por ser o período que cria a corrente do bem mais sólida do ano. Já parou pra pensar que são bilhões de pessoas vibrando na mesma energia de paz e união universais? Se você entende o poder do pensamento e a dimensão de força do pensamento coletivo, fica muito fácil ver o quão especial é a corrente de energia que se forma nesse período.

Existe um mito de que durante o Natal aumentam os índices de suicídio, mas estudos indicam que na maioria das nações acontece exatamente o contrário. Saiba mais nessa matéria da UOL.

Observando esses detalhes, nós passamos a entender que Natal vai muito além de comer peru e ganhar presentes. O verdadeiro presente está em pequenas coisas com grande sentido, como ver o sorriso no rosto de crianças que ganham um brinquedo por ano, junto com a chance de elevar nossa própria energia e sermos contaminados com belos propósitos, irradiando amor e paz universal.

E pra você, o que torna o Natal uma época mágica?