Refresque seu verão sem ar condicionado e com truques imperdíveis


O verão pode ser uma estação bastante sofrida para quem não pode passar o dia abaixo de ar condicionado. Indisposição, suor excessivo e sensação de abafamento são algumas das reclamações mais frequentes e das quais todo o mundo procura fugir.

Apesar do período oficial ser de 21 de dezembro a 19 de março, em muitas regiões é considerada a estação mais longa do ano (tanto no Brasil, como em outros países tropicais), pois muitos estados não são fortemente impactados pelo outono e inverno.

Mas como fazer para driblar os dias mais quentes e se refrescar no verão, mesmo com pouco dinheiro? Confira as dicas e diga adeus ao calorão:

Escolhendo as roupas de verão

TECIDOS » Aposte em tecidos naturais como algodão, linho, seda e modelagens mais soltinhas e confortáveis. A escolha do tecido é fundamental para melhor absorção do calor, evitando suor exagerado e até odores inconvenientes.

Para identificar se um tecido é sintético, verifique se na etiqueta menciona poliéster (que é a principal resina utilizada na confecção têxtil). Os tecidos sintéticos não deixam o corpo respirar, não absorvendo o calor e podendo, inclusive, deixar o suor com cheiro mais forte.

CORES » Em relação às cores, o preto absorve calor, enquanto o branco reflete. Por esse motivo que as roupas escuras tendem a ser mais sufocantes no verão, pois o tecido fica quente e você grudando, todo pegajoso por aí.

Uma boa alternativa é usar cores escuras com peças mais soltas no corpo, como batas e calças molinhas de tecido, pois quanto menor contato da roupa com o corpo, menor é o calor.

Do mesmo modo, usar roupas de cores claras (não precisa ser apenas branco) com peças mais justas ao corpo, não causam a mesma sensação sufocante das cores escuras e por isso são a melhor alternativa para essas modelagens.

Alimentação mais leve e refrescante

Me conta um segredo: tem dias que a vontade é passar a sorvete, não é verdade? Não é por nada que tantas pessoas sentem maior dificuldade em emagrecer no verão, pois apesar da alimentação ser supostamente mais leve, acaba sendo bem mais fácil optar pelo lanche ou peixinho frito, acompanhado de capirinha, ou daquela cerveja estourando de gelada.

Apesar disso, é essencial que a ingestão de bebidas alcóolicas seja moderada e alimentos gordurosos evitados durante o verão, pois aumentam a desidratação e desaceleram mais ainda o metabolismo, podendo causar náuseas e desconforto.

O ideal é optar por uma alimentação mais leve, com vegetais, saladas, frutas e muito líquido. Para pessoas com tendencia a pressão baixa, também vale adicionar uma pitada extra de sal na comida (mas fuja disso se for hipertenso).


PRODUTOS DA ESTAÇÃO » Já parou para observar que os alimentos com safra no verão tendem a ser naturalmente mais refrescantes? Aproveitar os ciclos da natureza para consumir mais produtos da estação também é uma ótima dica para driblar o calor, afinal ainda é a fonte mais sábia para indicar o caminho mais simples, natural e em harmonia com o meio ambiente:

Frutas » abacaxi, ameixa, carambola, coco verde, figo, framboesa, fruta do conde, laranja-pera, limão, mamão, maracujá, melancia, melão, nectarina e uva;
Verduras » alface, cebolinha, couve, hortelã e salsa;
Legumes » abobrinha, beterraba, cenoura, pepino, pimentão, quiabo e tomate;
Carnes » dar preferência para carnes magras, evitando cortes gordurosos.

Lembre-se que no verão o metabolismo está naturalmente mais lento, por isso a alimentação mais leve ajuda a manter o organismo em equilíbrio, reduzindo a sensação de cansaço e indisposição.

Mantendo seu organismo bem hidratado

Nas temperaturas mais altas, o corpo perde muito líquido e sais minerais, que precisam ser repostos frequentemente para evitar a desidratação das células.

É essencial beber mais água ao longo do dia, na sua forma natural, evitando bebibas com açúcar e conservantes. Caso sinta dificuldade em beber água pura, pode experimentar águas saborizadas.

Bebidas que auxiliam na reposição de sais minerais, como água de coco e isotônicos, também ajudam a dar um up no humor e trazer refrescância. Apenas tenha cuidado em limitar as quantidades, sempre intercalando com a ingestão de água natural.

Evite refrigerantes e sucos industrializados, que além de inchar a barriga e causar estufamento, são ricos em sodio e conservantes, piorando mais ainda a desidratação do corpo.


Como se refrescar em qualquer situação

Para driblar o calorão, cuidar da roupa e da alimentação ajuda bastante, mas nem sempre é o suficiente. Veja dicas para fugir do abafamento:

Compressas Geladas » Usar bolsas ou compressas de gelo em pontos estratégicos como pescoço, axilas, costas e virilha promove o refriamento imediato do corpo, gerando alívio e frescor.

Tomar Banho Frio » Aqui a regra de ouro é: quanto menos vapor, melhor. Um banho frio também abaixa a temperatura na hora, sendo mais eficiente com a água fria caindo sobre o couro cabeludo, que é a região mais irrigada de vasos sanguíneos.

Geladinhos de Verão » Picolés, raspadinhas, sorvetes, açaís e smothies são aliados perfeitos para combater o calor a qualquer hora do dia de forma rápida. A melhor parte é que você fazer opções caseiras fáceis, deliciosas e saudáveis, livres de conservantes e sem gastar 20 reais num picolé.

Aqui no RS era muito comum as pessoas fazerem sacolé caseiro (um picolé feito no saquinho), com suco em pó mesmo. Alguém lembra do ki-suco? Pois era esse mesmo que a gente usava e depois vendia na praia por 25 centavos. Bons tempos...

Ventiladores Portáteis » Mesmo um ventilador com entrada USB e 15wt de potência (baixo consumo de energia), já ajuda a deixar tudo mais fresquinho. Existem muitas opções baratinhas no mercado, que além de eficientes, cabem em qualquer bolso.


Chá de Crisântemos » Este chá é famoso na medicina chinesa por ter efeito refrescante. Eu ainda não achei aqui na minha cidade para experimentar, então se você achar testa e vem contar pra gente!

Chá Gelado Caseiro » Não tem mistério algum, basta escolher o sabor do chá, preparar normalmente com água quente e depois levar pra geladeira. Eu gosto muito de fazer de maçã com canela, ou mate com limão, mas pode fazer à gosto. Não precisa nem adoçar, mas se fizer questão, basta adicionar um pouco de mel.

Cremes Mentolados » Passar hidratantes e cremes corporais à base de menta, hortelã ou cânfora proporciona frescor e alívio imediado contra o calor. Experimente se besuntar de creme, pare um minutinho em frente ao vento e comprove a delícia que é!

Pepinos Refrescantes » Depois de um dia muito estressante, corte duas rodelas de pepino gelado, deite-se confortavelmente e coloque o pepino sobre os olhos, relaxando por alguns minutos. Além de reduzir as olheiras, o efeito refrescante reflete no corpo todo. Alívio refrescante!

Filtro Solar » Não refresca, mas é essencial para usar todos os dias, evitando queimaduras e câncer de pele. Lembre-se de aplicar filtro solar diariamente pela manhã e reaplicar na metade do dia.

Técnica japonesa para resfrescar o carro

Sabe quando o carro fica exposto ao sol e quando você entra parece que está adentrando o proprio inferno? Pois os japoneses, sempre muito inteligentes e criativos, desenvolveram uma técnica, no mínimo, curiosa.

A técnica consiste em abrir uma fresta no vidro de um lado e usar a porta contrária como um "leque", abrindo e fechando, de forma a expulsar o ar quente de dentro. Confira o vídeo abaixo que, mesmo estando todo em japonês, mostra as etapas visualmente:

Só não pode acabar com a porta na mão (nem sem a mão)

Refrescando a casa e ambientes quentes

Se a sua casa é quente demais e você não tem ar condicionado, não se preocupe! Fique atento a pequenas atitudes que podem ajudar no controle da temperatura em casa:

Tecidos Leves » O mesmo cuidado na roupa deve ser replicado para sofás, poltronas e cadeiras. Revestimentos como veludo e couro podem ser bem desagradáveis em dias quentes. Nesses casos, a melhor solução é usar uma manta de algodão (ou qualquer outro tecido natural) por cima. Para os lençois da cama, o ideal é apostar nas peças 100% algodão.

Desligar Fontes de Calor » Isso vale para todos os aparelhos eletrônicos, especialmente televisões, monitores e computadores, pois aquecem muito e liberam muito calor. Procure desligar tudo que não estiver sendo utilizado.

Revisar Lâmpadas » Atualmente existem poucas opções de luz incandescente no mercado, mas caso ainda tenha alguma lâmpada desse tipo em casa, substitua pelas de LED, que além de não emitir tanto calor, também economizam muita energia.

Fechar Cortinas e Persianas » Nos ambientes em que o sol bate diretamente na janela, o melhor a fazer é manter as cortinas e persianas fechadas ao longo do dia, abrindo apenas à tardinha ou quando o sol começar a baixar.

Abrir Janelas à Noite » Abrir as janelas para deixar o ar circular pela casa durante a noite pode ser uma mão na roda para driblar o calor (lembre-se de fechar antes do sol nascer). Aqui o inconveniente fica mais por conta dos insetos, por isso uma dica útil é instalar telas mosqueteiras nas janelas.

Janelas e Tetos de Vidro » O vidro é um material que deixa entrar luz e calor, funcionando como uma estufa em ambientes pouco ventilados. Para esses casos, a solução mais econômica é instalar um parasol (quebra sol ou blackout), que é um tipo de cortina mais grossa e que barra os raios solares. Outra alternativa é investir numa película climatizada aplicada sobre o vidro, que deve ser feito com uma empresa especializada.

Bacias com Água » Ambientes muito secos também promovem desconforto no verão. Para esses casos, o ideal é espalhar bacias com água pela casa, lembrando de trocar diariamente e deixar fora do alcance de crianças, evitando acidentes e proliferação do mosquito da dengue.

Ventiladores » Posicionar o ventilador com as pás direcionadas um pouquinho para cima (em direção ao teto), ajuda o vento a chegar nas partes mais altas do ambiente, onde está concentrado o ar quente.

Além disso, virar o ventilador na direção da janela, contribui para manter o ar quente do lado de fora, entrando menos calor da rua. Lembrando que para isso a janela precisa estar aberta...

Ar Condicionado Natural » Dizem por ai que colocar uma garrafa com gelo em frente ao ventilador deixa o ar geladinho. Ainda não consegui testar para provar a eficiencia, mas vale cuidar com a umidade próxima ao ventilador, pois água e metais conduzem eletricidade e você pode acabar tipo o Lasier Martins:

Lasier Martins leva choque em reportagem na RBS TV (1996)

Conforto térmico ao construir ou reformar

A posição solar, assim como materiais e técnicas de construção são fatores que podem influenciar muito na temperatura do ambiente. Por isso, na hora de construir ou reformar, fique atento a alguns detalhes:

Posição Solar » O sol nasce no leste e se põe no oeste e por este motivo a posição solar do imóvel influencia muito na temperatura do ambiente ao longo do dia.

Imóveis com posição solar Norte costumam ser os mais valorizados, pois pegam sol na maior parte do dia, refrescando no período da noite. Ao contrário disso, imóveis na posição solar Sul tendem a sofrer mais com mofo e umidade, pois pegam sol apenas no início da manhã e final da tarde.

Já os imóveis na posição Leste incidem o sol da manhã, refrescando à noite. O oposto acontece com as construções do lado Oeste, que recebem o sol da tarde, deixando o ambiente mais quente durante a noite.

Isolamento Térmico » Existem diversos tipos e podem ser aplicados em paredes, lajes e coberturas, promovendo conforto térmico do ambiente. Aqui está incluído o famoso telhado verde, considerado o mais eficiente e sustentável de todos (infelizmente o custo ainda é bem alto).

Casa com telhado verde na Islândia
Vidros e Janelas » Como falado anteriormente, o vidro comum absorve calor, promovendo fator estufa. Por isso vale a pena pensar duas vezes antes de fazer um ambiente todo envidraçado em regiões de clima mais quente. Lembrando que existem vidros e películas climatizadoras capazes de contornar essa característica, tudo dependerá do orçamento disponível.

Paredes e Cortinas Brancas » O branco reflete o calor e por isso paredes claras evitam que o ambiente esquente demais, ainda que não deixem mais fresco. Ao contrario disso, cores escuras absorvem o calor e tudo parece mais quente.

Se você curtiu as dicas comente, inscreva-se no blog e acompanhe conteúdos exclusivos no Facebook.

 

Comentários